Blue Notes do Vajman


TEM SHOW QUE...

...é muito foda!!! Foto de Luiz Filipe no Studio SP em 29 de outubro.



Escrito por Flávio Vajman às 22h28
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
Ê, LASQUEIRA



Escrito por Flávio Vajman às 01h55
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





PARA A PERLA



Hehehehehe...



Escrito por Flávio Vajman às 03h55
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




AUTOMÓVEIS

 Da época em que dirigia mais constantemente, os motoristas paulistanos evoluiram muito na sua falta de educação. Ou talvez sempre foram mal educados e eu repare mais nisso hoje porque prefiro estar a pé e os veja com olhares de pedestre. Enfim, o que importa é que eu não estou congestionando as ruas, não emito gas carbônico e ainda assim sou obrigado a respirar a fumaça dos seus motores desregulados, a ouvir a buzina alheia e a me desviar deles estacionados sobre a faixa de pedestres. Mas não deixemos que isso acabe com o nosso humor, né, Pateta?

http://www.youtube.com/watch?v=x_jVumbjoVU



Escrito por Flávio Vajman às 01h05
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Vagabundo Quarentão


 A vida começa mesmo aos 40, e esse garotão aqui está sem saco de escrever. Tô indo pro playground! Encontrei há pouco esse filho da puta talentoso e sua esposa no Satyros:

 



Escrito por Flávio Vajman às 04h01
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Grande Filha de uma Puta



Gostaria muito de dizer isso pessoalmente, mas como seu atendimento é péssimo, manifesto aqui o desejo da grande maioria!



Escrito por Flávio Vajman às 12h05
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Falar o quê?

Valeu L&PM, é claro!



Escrito por Flávio Vajman às 02h56
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





O Blues do Futuro

 Guitarristas de 17 e 18 anos mostram que novíssima geração tem muito talento
 

 
   Uma garota de 17 anos e um de 18 serão as  atrações da próxima festa da revista JAZZ+ no Bourbon Street Music Club, em São Paulo, em 06 de maio. Johaine Droppa, de Curitiba, e Diego Martins, de São Paulo (ambos guitarristas e vocalistas), vão mostrar que o blues tem muito futuro no Brasil. A jam session de encerramento – uma tradição nas festas da revista – apresentará outros talentos igualmente jovens. E o mais surpreendente é que todos eles tocam como se fossem veteranos.
    
As bandas

  Johaine Droppa fará o lançamento do CD Blues Sisters, liderando sua banda que conta com um dos maiores guitarristas do blues curitibano, Décio Caetano, além de Sócrates Júnior (baixo) e Márcio Rosa (bateria). Ela canta, compõe e toca guitarra, violão slide e violão de doze cordas.

   Assim como ela, Diego Martins, que fará o show de abertura, é tão jovem que sua maior influência também é um garotão – Jonny Lang, que fez sucesso aos 17 anos. Além de cantar e tocar muito bem, Diego tem carisma e presença de palco, raras qualidades mesmo entre veteranos. Sua banda tem outros garotos na faixa dos 20 anos.
 
Dia: 06/05 (QUARTA-FEIRA)
Horário: 21h30
Local: Bourbon Street Music Club
Endereço: R. dos Chanés 127, Moema, São Paulo
Informações:
heltonribeiro@terra.com.br ou 5072-2765 / 8555-7702 (Helton Ribeiro – Jazz+)
Somente para reservas de mesas: 5095-6100 (Bourbon)
Couvert artístico mediante apresentação do flyer da Jazz+ ou nome na lista: R$ 16
Consumação mínima: não há

  Para pagar apenas R$ 16 de couvert artístico, sem consumação mínima (o preço normal é R$ 32). Basta enviar e-mail para heltonribeiro@terra.com.br solicitando o flyer promocional e imprimí-lo. Reenvie o flyer a seus amigos, que podem imprimi-lo e ganhar o desconto também.



Escrito por Flávio Vajman às 19h19
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Falando em Gaita...

UOL Busca 



Escrito por Flávio Vajman às 01h16
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 Schhhhhhh...

 

 Toda 4ª feira, a Beth, diretora da Rockabilly, escola em que leciono gaita blues, dá um chocolatinho acompanhado de um versículo da Bíblia para cada um que passa por ali. Mesmo carregando esse sobrenome tão ídish, gosto muito... do chocolatinho! Hehehe... Brincadeirinha! Apesar do assédio que sofro dos evangélicos enfiando o jornalzinho daquele filho-da-puta da Universal na minha cara, de ser obrigado a ouvir louvores moderninhos como o axé, o pagode, o forró e outros do Senhor, apesar da mediocridade de grande maioria dos crentes, das bancadas evangélicas na política, enfim, apesar de toda a encheção de saco que eles causam a nós ‘simples mortais’, acreditem, algumas dessas mensagens são carregadas de muita sabedoria e nos caem muito bem. Eu recebi essa hoje:

 

 "O que guarda a sua boca preserva a sua vida; mas o que muito abre os seus lábios traz sobre si a ruína." (Provérbios 13:3)

 

 Alguns dias tarde demais, talvez. Talvez ainda em tempo. Não sei, mas procurarei manter meus lábios mais na gaita daqui por diante. Melhor pra mim. Um alívio pra muitos.

 



Escrito por Flávio Vajman às 23h52
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Orgulhosamente, a 2ª Edição.



 Acontece nesse domingo de Páscoa a 2ª edição do churrasco’n’roll. O projeto, que inaugurou mês passado com as bandas La Carne e Trovadores de Bordel, traz agora as bandas Saco de Ratos e Fábrica de Animais.

 

 Saco de Ratos é a banda liderada pelo dramaturgo Mário Bortolotto. Com letras e sonoridade apuradas, tem características mais próximas do blues, embora tenha o peso que pede uma banda de rock’n’roll. Do blues vieram os dois guitarristas que a integram, Fábio Brum e Marcelo Watanabe, ambos virtuoses. No caso do contrabaixo não é diferente, Fábio Pagotto é também cria do gênero. Na bateria o peso de um prestigiado herdeiro do rock nacional, Rick Vechione, filho de ninguém mais ninguém menos que Oswaldo Vechione, fundador da banda Made in Brazil. Assim bem acompanhado, Bortolotto canta com voz grave e vigorosa sempre na nossa língua.

 

 A banda Fábrica de Animais (nome inpirado no livro de Edward Bunker) tem à frente e nos vocais a atriz Fernanda D’Umbra. Seu timbre de voz lembra muito Nina Simone. O repertório da Fábrica é na sua grande maioria de composições próprias, contudo não abre mão de alguns covers, inclusive cantados em inglês. A banda que a acompanha é formada por músicos migrados de gêneros variados. Sérgio Arara é também o guitarrista que acompanha a cantora Maria Alcina, tem formação na música brasileira e no jazz. O contra-baixista curitibano Rubens K veio do rock alternativo e do instrumental moderno. Cristiano Miranda, o baterista, tocava metal há alguns anos. E, finalmente, Flávio Vajman, o gaitista que vos escreve, toca também guitarra e rubboard na banda, e teve uma formação totalmente vinculada ao blues.

 

 E terá nessa edição a discotecagem de André Girardi, residente do projeto, e de Carlos Carah, vulgo Carcarah. Tão ótimo ilustrador quanto dj.

 

 

 Apareçam!

 

 

 Quando: Dia 12 de abril, domingo de Páscoa, apartir das 16 horas

 Onde: Centro Cultural Rio Verde – Rua Belmiro Braga, 119

 Quanto: R$ 10,00

 Por que: Porque lugar de coelhinho é na brasa.

 

 

 Muito importante: A arte do flyer acima é do genial André Kitagawa.

 



Escrito por Flávio Vajman às 15h14
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




GENTE

 

 

 Tento, na medida do possível, evitar pessoas. Pavor de aglomeração! Manifestações de espíritos (só os espíritos medíocres se manifestam) e suas ridículas interjeições de contentamento. Uhuuuu me deprime! Reality show também. Mais um jornal da Universal na minha frente e... Só Deus sabe... Saudade mesmo eu tenho é do Jack, o Kerouac, o meu cachorrinho. Que Deus o tenha! Que bafo ele tinha pela manhã quando vinha me acordar latindo na minha cara. Melhor que o da minha mulher e do seu Listerine. Que Deus a tenha! E o Listerine também! Pra mim já não adianta mais. Nem Listerine. Nem Deus. Pastor-alemão bebê sacrificado. Maldade! Displasia cocho femural HD+++ e mais e mais e mais... E tem muito mais de onde veio essa. Às vezes vezes Deus não salva. Deus é fiel! Deus é cruel!  Às vezes nem o Listerine salva. Deus não é Listerine. O Gilberto Kassab talvez. Talvez o Kassab seja Listerine. Ele parece o Listerine! Queria o Jack de volta pra mim. Queria o tempo pra mim. Queria de volta pra mim o tempo só pra repetir toda essa mesma merda e poder bater no peito como toda essa gente bate sem ter de volta o tempo. Ignorância, piedade... Listerine! Jack Kerouac não era pastor-alemão, não tinha e nem precisava de um. Jack é vira-lata. “Ei Neal, me espera! Estou chegando, me leva com você?”.



Escrito por Flávio Vajman às 09h36
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Saco de Ratos

 Sem tempo pra blogar, sem tempo pra comer, sem tempo pra nada! Então plagiei o blogue do Bortolotto, sorry! Mas vou arrumar um tempo pra tocar uns blues com os caras hoje. Nos vemos lá!

 by Marião:

 E finalmente os shows estão de volta. Agora em nova casa, novo dia, novo horário. São as segundas de rock. Nessa segunda-feira (dia 06) nossa banda "Saco de Ratos" vai inaugurar a bagaça. Com duas horas de rock and roll. Duas cronometradas horas de rock and roll. O show tem que começar às 22h e terminar religiosamente às 24h por conta de um acerto com o Satyros 2 de não incomodar a vizinhança. Mas assim que terminar o show, os insones podem dançar um rock and roll por conta do DJ Carcarah.

 Nessa segunda-feira o Brum não vai estar com a gente. Ele vai estar no hospital encarando uma cirurgia. Mas a gente vai tocar "Vida Brum" em homenagem a ele.

 Nessa segunda-feira (dia 06)

 Show da banda "Saco de Ratos"

 Mário Bortolotto : Vocal

 Marcelo Watanabe : Guitarra

 Baixo : Fábio Pagotto

 Bateria : Rick Vechione

 Das 22h até 24h

 A partir das 24h - Discotecagem rock and roll de Carcarah.

 O Satyros 2 fica na Praça Roosevelt, 124

 Ingressos : R$ 5,00
 



Escrito por Flávio Vajman às 15h46
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Algumas com Big Gilson

 Meu amigo (e chefe na Jazz+), Helton Ribeiro, me convidou para fazer algumas músicas com o guitarrista Big Gilson na festa da revista. Big Gilson, lançando Sentenced To Living, seu 8º cd solo, foi o fundador do Big Allanbik, celebre banda de blues dos 90's. É também um dos músicos brasileiros de blues de maior sucesso no exterior. Já excursionou várias vezes pelos Estados Unidos e pela Europa, tocando em templos do blues e do jazz como B.B. King's Blues Club, Buddy Guy's Legends e Blue Note. Acompanhando ele estarão Pedro Leão (O Rappa e Gabriel O Pensador) no baixo, Miguel Archanjo (Baú do Raul) nos teclados, Gil Eduardo (fundador do Blues Etílicos) na bateria e eu, me atrevendo com a minha gaita em algumas blueseiras. A abertura fica por conta da Suman Brothers, que promete detonar com seu estilo Chicago. O show será no Bourbon Street que, como todo mundo já sabe, é caro! Pra doer menos no bolso pode-se pedir o cupom de desconto para o Helton (heltonribeiro@terra.com) e imprimí-lo. Fica mais suave, R$ 16,00. O show é nessa quarta-feira, dia 25 de março. Começa às 21:30 a primeira banda. Rua dos Chanés, 127 - Moema. E, apesar dos preços... Programão!



Escrito por Flávio Vajman às 17h21
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Rock’n’Roll na Brasa

 A bandidagem do rock arrumou mais uma encrenca, é o Centro Cultural Rio Verde, espaço dirigido pelo vibrafonista Guga Stroeter. Inauguramos no 1º domingo pra valer do ano (já que essa porra de país só funciona depois do carnaval) o Churrasco’n’roll. Nessa 1ª edição quem bota fogo na churrasqueira são as bandas Trovadores de bordel, acústico no coreto, e a La Carne, no estúdio ao vivo e gravando. Na próxima edição, se o Guga ainda suportar a gente, as bandas serão a Saco de Ratos e a Fábrica de Animais. Ambas tocarão no coreto e no estúdio também. Bem-vindos aqueles de estômagos vazios.

 

 Ah! Patrícia, me desculpe pelo convite. Esqueci que você era... argh! Vegan.



Escrito por Flávio Vajman às 13h20
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
Votação
  Dê uma nota para meu blog



O que é isto?